Google desenvolve nano pílula que detecta células cancerígenas

0

Receba novidades em tempo real diretamente no seu dispositivo, é Grátis !

O Google revelou que está trabalhando em uma pílula com nanotecnologia capaz de encontrar células cancerígenas dentro do corpo humano. A revelação foi feita pelo cientista do Google X, Andrew Conrad,em um conferência do Wall Street Journal Digital.

No projeto, minúsculas partículas são programadas para se espalhar por todo o corpo através da pílula e iriam se “grudar” às células doentes. A partir disso, esse mecanismo enviaria informações importantes para médicos. A ideia é que nós não precisaríamos ir ao médico dar amostras de urina e de sangue mais. De acordo com Conrad, nós poderíamos engolir uma pílula e monitorar a doença em uma base diária e em alguns caso descobrir a doença em uma fase muito inicial.

Hoje no Google 100 funcionários, com experiência em astrofísica, química e engenharia elétrica fazem parte de projetos nanopartículas. “Estamos tentando afastar a morte com a prevenção da doença. Nosso inimigo é a morte desnecessária “, acrescentou Conrad.
[adrotate banner=”11”]

O Governo americano também esta trabalhando com essa tecnologia e já investiu mais de U$ 20 bilhões em pesquisa em nanotecnologia.

Google e saúde

Este é um terceiro projeto em uma série de iniciativas de saúde do Google. A equipe já desenvolveu uma lente de contato inteligente que detecta os níveis de glicose para diabéticos e utensílios que ajudam a gerenciar tremores nas mãos em pacientes de Parkinson.

Receba novidades em tempo real diretamente no seu dispositivo, é Grátis !

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais