Internet banking: Como se proteger dos cibercriminosos

No Brasil, o uso de internet banking ultrapassou as transações bancárias em caixas eletrônicos, de acordo com informação divulgada pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Se, por um lado, isso representa que o brasileiro perdeu o medo de realizar atividades financeiras pela internet, por outro, sinaliza para um aumento dos riscos a que as pessoas estão expostas. Prova disso está no fato de que, atualmente, os bancos instalados no país – e por consequência, seus usuários –são um dos principais alvos dos cibercriminosos.

A recente atuação dos ciberativistas do Anonymous, que invadiram e derrubaram o site de uma série de bancos brasileiros, chamou a atenção da população para a vulnerabilidade do internet banking. No entanto, a ação foi apenas uma pequena parcela dos muitos ataques a esse meio que têm ocorrido com cada vez mais frequência.

Em 2011, o Laboratório da ESET identificou mais de 16 ataques de phishing voltados a bancos brasileiros. O que confirma que o setor encabeça a lista dos segmentos mais atraentes para o cibercrime.

Os bancos brasileiros estão entre os que mais investem em segurança da informação no mundo. No entanto, esse investimento, por si só, não garante a tranquilidade no uso dos serviços online bancários. Na prática, os próprios usuários precisam tomar cuidados para não se transformarem em vítimas dos cibercriminosos. Preparamos algumas dicas :

Qual antivirus usar ? Preparamos um artigo, com os melhores antivirus gratuitos de 2012, clique aqui para ler

Fonte: ITweb

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *