Funcionário perde ação trabalhista por causa do Facebook

5

Receba novidades em tempo real diretamente no seu dispositivo, é Grátis !

Se você usar o Facebook de forma exagerada, certamente irá prejudicar sua produtividade, mas um funcionário conseguiu ir além, ele perdeu uma ação trabalhista por causa do Facebook. Isso mesmo, o fato ocorreu depois que ele para justificar a ausência, ele apresentou um atestado médico de dez dias de repouso domiciliar. A mentira, no entanto, acabou sendo revelada por seu perfil no Facebook.

Na mesma hora da audiência, o operador postou uma foto ao lado de um amigo, bebendo cerveja e identificando que estava em um parque turístico em Resende, Rio de Janeiro. A empresa aproveitou o pequeno deslize do funcionário e o usou a seu favor.
As provas foram anexadas ao processo e garantiram a “vitória” da empresa no processo.

“No acordão, o juiz declarou: ‘é nítido que ele não estava doente, uma vez que estava alegremente bebendo com os amigos'”, disse Juliana Abrusio, advogada e sócia da Opice Blum Advogados Associados, responsável pelo caso. Ao faltar na audiência, como explica ela, prevalece a posição do reclamado e o reclamante “perde a voz” no processo.

No acordão, o juiz declarou: ‘é nítido que ele não estava doente, uma vez que estava alegremente bebendo com os amigos'”, disse Juliana Abrusio, advogada e sócia da Opice Blum Advogados Associados, responsável pelo caso. Ao faltar na audiência, como explica ela, prevalece a posição do reclamado e o reclamante “perde a voz” no processo.

Além de ter perdido a ação, que poderia ter lhe rendido cerca de R$ 300 mil, o funcionário foi condenado a pagar uma multa no valor de R$ 3.000, por litigância de má-fé, e mais R$ 60 mil para cobrir as despesas jurídicas que a empresa teve com o processo.

A decisão foi tomada pela 32ª Vara do Trabalho de São Paulo, mantida pelo TRT-SP (Tribunal Regional do Trabalho) e pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho). E, segundo Juliana, aponta as redes sociais como um meio hábil de demostrar fatos. “Há um descaso por esses perfis pessoais, além de uma sensação de impunidade, causada principalmente pela falsa visão de que não há conexão do real com o virtual.”

Use com cuidado as redes sociais

Muitas empresas são bem rigorosas com os que costumam postar fotos do local de trabalho. Há casos em que uma pessoa bateu uma foto no banheiro da empresa e postou e isso acarretou no desligamento dela. Às vezes até fotos fora do local de trabalho com o uniforme ou no horário de almoço podem gerar problemas.

Outro cuidado é para quem está procurando emprego, além de apresentar um bom currículo e se sair bem na entrevista o candidato tem que observar o que posta nas redes socais, pois as empresas estão de olho lá também.

Por isso é preciso muito cuidado com o que posta nas redes sociais, lembre-se que muitos posts todos podem ver, inclusive sua empresa ou a sua futura empresa. Com informação da SulBahia

Receba novidades em tempo real diretamente no seu dispositivo, é Grátis !

5 Comentários
  1. Marcelo Diz

    As empresas estão querendo entrar muito na vida pessoal das pessoas, só trabalhamos no local, não somos propriedade da empresa, até onde sei a escravidão já foi abolida, ou será que no Brasil ainda não?
    É de rir, agora o cara tem que pisar em ovos na vida privada pois as “empresas” ficam controlando o que se está fazendo!!!

  2. Lucas Domingos de Barros Diz

    Mas é claro que devemos ter cuidaro com o que postamos nas redes sociais, ainda mais em horário de expediente. Imagina vc contratando uma pessoa para dua empresa, aí vc resolve dar uma olhada no perfil dela para saber como é a vida da mesma e descobre que ela só sabe postar fotos de baladas, bebendo, etc. Como vc vai contratar uma pessoa que pelo seu perfil chegará quase sempre de ressaca, e a produção da mesma obviamente não será a mesma, além do mais em momento algum a matéria fala das redes sociais fora do expediente de trabalho, só para deixar claro que horário de almoço faz parte do expediente de trabalho também.

  3. Lucas Domingos de Barros Diz

    Mas é claro que devemos ter cuidado com o que postamos nas redes sociais, ainda mais em horário de expediente. Imagian vc contratando uma pessoa para sua empresa, aí voçê resolve dar uma olhada no perfil dela para saber como é a vida da mesma e descobre que ela só sabe postar fotos de baladas, bebendo, etc. Como vc vai contratar uma pessoa que pelo seu perfil chegará quase sempre de ressaca e sonolenta, e a produção da mesma obviamente não seria a mesma, além do mais em momento algum a matéria fala das redes sociais fora do horário de trabalho, só para deixar claro que horário de almoço faz parte do expediênte de trabalho também.

  4. Luiz Carlos Jr Diz

    Leandro Isola, show de bola esse post, já compartilhei na fanpage da minha empresa no facebook e estou acabando de enviar um mailing para meus clientes.

  5. morgana Diz

    A justiça do trabalho infelizmente se tornou uma vergonha. Acredito que justo seria cobrar dele o mesmo valor que reclamou. Enriquecimento ilícito é imoral, portanto deveria ser ilegal. Parabéns ao juiz que neste caso teve a oportunidade de fazer justiça, o que nemsempre é possível

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais